PARTICIPANTES EN CONFERENCIAS, MESAS REDONDAS Y ENCUENTRO

 

Aureli Caamaño

Doutor em química pela Universidade de Barcelona (UB) e formado em ciências humanas (UPF). Foi professor de física e química do ensino médio, professor da PAC e mestrado da faculdade de física e química da UB. Ele lecionou e participou de vários programas de treinamento para professores de ciências na Espanha e em vários países da América Latina. Autor de vários livros didáticos e projetos de física e química, de várias monografias de ensino de ciências e mais de 100 artigos sobre ensino de ciências e química. Seu último livro é "Ensino de Química. Das substâncias à reação química ”, da qual é coordenador e co-autor. Recentemente, ele foi premiado com o prêmio pela tarefa educacional da Real Sociedade Espanhola de Química. Atualmente, é co-diretor das revistas EduQ de Alambique e Educação Química e faz parte do conselho da Sociedade Catalã de Química, do Centro Didático de Ciências Experimentais da Faculdade de Graduados da Catalunha e do Conselho da AIA-CTS.

 

António Francisco Cachapuz

Professor Catedrático da Universidade de Aveiro, aposentado. Maitrise en Chimie (França) e PhD (Chemistry Education, UK).Orientador de pósdocs e doutoramentos. Membro de comités científicos de revistas/jornais de investigação em Educação em Química (Portugal, Brasil, Espanha, USA…).CV com produção científica nacional e internacional; perito avaliador da União Europeia; membro do Conselho Nacional de Educação/Portugal; membro de paineis nacionais e internacionais de avaliação da investigação. Actualmente é Presidente da Comissão de Avaliação Externa (A3ES) dos cursos em Educação/Formação de Professores das universidades Portuguesas. Interesses em Arte e Ciência no Ensino das Ciências.

 

María Mercedes Callejas

Licenciatura em Biologia e Química, Mestre em Educação. Diretor do Mestrado em Educação Ambiental da U.D.C.A. Professora Universitária, direciona seu trabalho para a Pesquisa e Treinamento de Professores Universitários, Educação Ambiental para Sustentabilidade e Educação CTSA. Representa a Colômbia como membro do Comitê Executivo da Associação Ibero-Americana AIA-CTS. Palestrante convidado em Congressos Nacionais e Internacionais. Autor de artigos e capítulos de livros em revistas nacionais e internacionais. Líder do Grupo de Pesquisa Ciência, Tecnologia, Sociedade, Meio Ambiente CTSA. Pesquisadora do Projeto Ibero-Americano, educação de competências científicas, tecnológicas e de pensamento crítico, ensinando disciplinas de natureza científica e tecnológica (CYTPENCRI) EDU2015-64642-R.

 

Álvaro Chrispino

Licenciado em Química, Doutor e Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Bolsista de produtiva em Pesquisa do CNPq. Professor Titular no PPCTE-Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Educação, no CEFET/RJ, Rio de Janeiro. Possui 14 livros e artigos em periódicos especializados na área de Educação, Ensino de Química/Ciências e Políticas Públicas. Ocupou diversas funções públicas na área da educação e do Ensino. É Editor Associado da revista Educación Química (UNAM-México) e membro de conselhos consultivos/editoriais de periódicos (nacionais e internacionais) na área da Educação e do Ensino. Membro da Comissão Diretora e Co-Editor do Boletim da AIA-CTS.

 

Avelino Corma

Doutor em Ciências Químicas da Universidade de Valência, Professor de Pesquisa, desenvolve seu trabalho científico no Instituto de Tecnologia Química ITQ (CSIC / UPV), do qual é fundador e diretor há muitos anos. Ele publicou mais de 1400 artigos em revistas internacionais. Membro do Comitê de Edição das mais importantes revistas de Química em nível internacional. Autor de mais de 200 patentes, mais de vinte aplicadas industrialmente em processos comerciais. Doutor Honoris Causa por 14 universidades ao redor do mundo. Membro da Academia Francesa de Ciências, da Sociedade Real do Reino Unido, da Academia Nacional de Engenharia (EUA), da Academia Real de Engenharia da Espanha, da Academia Real de Ciências Exatas, Físicas e Naturais da Espanha, de a Academia Europeia de Ciências Químicas, etc. Ele recebeu inúmeros prêmios: Príncipe das Astúrias por Pesquisa Científica e Técnica (2014); Grande Medalha da Academia Francesa de Ciências (2011); Prêmio Centenário da Sociedade Real de Química (2010); A. V. Humboldt - J. C. Mutis Research Award (2009); Prêmio Gabor A. Somorjai de Pesquisa Criativa em Catálise (2008); Sociedade Max Planck da Karl-Ziegler-Lectureship (2007); Medalha de Ouro da Real Sociedade Espanhola de Química (2005); Novas Tecnologias Rey Jaime I (2000); etc. [http://www.avelinocorma.es].

 

Miguel Delibes

Doutor em Ciências Biológicas pela Universidade Complutense de Madri, professor de pesquisa no Conselho Superior de Pesquisa Científica (CSIC). De 1988 a 1996, foi diretor da Estação Biológica de Doñana. Membro de várias organizações científicas e de conservação, espanhola e internacional, pertence ao grupo de especialistas em lontras da IUCN. Atualmente, ele é membro do grupo de especialistas em felídeos. Fundador e atual presidente da Sociedade Espanhola de Conservação e Estudo de Mamíferos. Foi consultor da delegação espanhola na Conferência do Rio de Janeiro (1992) sobre Biodiversidade. Autor de mais de cem artigos científicos e livros sobre distribuição e conservação de lontras, linces e barbudos na Espanha. Ele também escreveu numerosas obras populares sobre temas relacionados à natureza.

 

Anna Maria Geli

Licenciado em Ciências Biológicas e doutorado em Filosofia e Letras. Professor de Didática das Ciências Experimentais da Universidade de Girona. Ele dirige o Grupo de Pesquisa em Educação Científica e Ambiental da UdG. Ele coordenou o projeto Alpha da Comissão Europeia sobre a ambientalização curricular de estudos superiores e o currículo temático Xarxa d'Ambientalització dels Estudis Universitaris (Generalitat de Catalunya). Membro do Conselho Consultivo da Rede Europeia Copernicus Alliance, participou de vários projetos internacionais de pesquisa da UNESCO. Suas publicações incluem uma coleção de livros sobre Sustentabilidade Curricular e artigos em várias revistas internacionais. Ela foi vice-reitora de Política Acadêmica, diretora da Faculdade de Educação e Psicologia, diretora do Departamento de Ensino Específico e reitora da UdG. Ele presidiu a Comissão Setorial de Qualidade Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Prevenção de Riscos da Conferência de Reitores das Universidades Espanholas e é membro do Consell Assessor de Desenvolvimento Sustentável da Generalitat de Catalunya.

 

Beatriz Macedo

Professor e Doutor em Didática da Ciência e Tecnologia. Pesquisador em questões relacionadas à aprendizagem e desenvolvimento curricular, para que o componente científico seja um membro fundamental da educação do cidadão para o desenvolvimento sustentável. Várias vezes ela ganhou as Palmas Acadêmicas do Governo Francês e a Medalha da Educação concedida pelo Governo de Cuba por sua contribuição à educação na América Latina e no Caribe. Foi especialista internacional da UNESCO (1995 - dezembro de 2011): consultora da OEI, UNICEF, UNESCO e PNUD. Formadora da FLACSO Argentina em Mulheres / Ciência / Tecnologia / Meio Ambiente. Atualmente, orientador acadêmico do Conselho de Treinamento em Educação - ANEP-URUGUAY e consultor da UNESCO - Montevidéu, de onde desenvolvo projetos de pesquisa e inovação em relação à formação de educadores.

 

Neide Maria Michellan Kiouranis

Doutora em Educação para a Ciência pela Universidade Estadual Paulista - UNESP/Bauru, Brasil, mestre em Ensino de Química pela Universidade de São Paulo - USP/SP. Licenciada em Química - APC/SP e Licenciatura em Ciências - Universidade Estadual de Maringá, UEM/PR. Estágio pós-doutoral/CAPES, Universidade Federal de Sergipe – UFS/SE e Universidade de Aveiro - UA/Portugal. Atualmente é professora Associada da Universidade Estadual de Maringá, Departamento de Química, atua em Estágio Supervisionado e coordena projetos de ensino pesquisa e extensão em Educação Química. Participa do Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e Matemática em nível de (mestrado e doutorado), atuando nas linhas de pesquisa: L1 – CTS-A e Processos de Ensino e Aprendizagem na Educação Científica Contemporânea. L2 – Formação de Professores.

 

Isabel P. Martins

Professora Catedrática, aposentada, do Departamento de Educação e Psicologia, Universidade de Aveiro, membro do Centro de Investigação Didática e Tecnologia na Formação de Formadores. Fundadora e Presidente da AIA-CTS, Associação Ibero-americana CTS na Educação em Ciência. Coordenadora de Projetos de Investigação, responsável por Projetos de desenvolvimento curricular e formação de professores em Timor-Leste, perita convidada pelo Ministério da Educação de Portugal na área do currículo e da formação de professores. Foi Vice-Reitora da Universidade de Aveiro. Galardoada com o Prémio Ciência Viva Montepio Educação 2017, prémio nacional, pelo seu percurso na investigação e formação em educação em ciências.

 

María Novo

Professor Emérito, Chefe da Cadeira da UNESCO em Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável da UNED. Escritora e professora, ela desenvolveu um extenso trabalho como professora e pesquisadora em questões emergentes (educação ambiental, sustentabilidade, novo paradigma, ecofeminismo, complexidade ...) que resultaram em inúmeras publicações científicas de âmbito nacional e internacional. Ele publicou 28 livros, incluindo tratados e ensaios, poesia e narrativa. Diretor do Projeto EcoArte para integração de ciência e arte em questões ambientais. Membro do Conselho de Administração do Capítulo Espanhol do Clube de Roma. Membro do Fórum de Transições. Prêmio N´aitum Internacional por sua atividade profissional. Assessor Especial da Carta Internacional da Terra.

 

José María Oliva

Licenciado em Química com doutorado, atua como Professor da Universidade de Ensino de Ciências Experimentais da Universidade de Cádiz. Ele é professor de educação secundária há anos e hoje ensina a formação inicial de professores de ciências. Suas linhas de pesquisa atuais se movem no campo da modelagem científica, a natureza da ciência e a formação de professores. Suas funções incluem o editor da Revista Eureka sobre Ensino e Disseminação de Ciências e o co-editor do Boletim AIA-CTS. Possui publicações em periódicos da área, como o International Journal of Science Education, Journal of Chemical Education, Teaching of Sciences, Brazilian Journal of Education in Education, Alambique, etc.

 

Fernanda Ostermann

Licenciada em Física, tem Mestrado e Doutorado na área de Ensino de Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre, RS, Brasil. Por concurso público, ingressou como professora no Departamento de Física da UFRGS. Ocupa o cargo de Professora Titular e é docente e orientadora permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física. Sob sua orientação, em 2014 e 2018, duas teses de Doutorado foram agraciadas com o maior prêmio dado no Brasil  a teses da área de Ensino. Presidente da Associação Brasileira de Pesquisa em Ensino de Física (biênio 2017-2019) e Editora do Caderno Brasileiro de Ensino de Física. Pesquisadora nível 1 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

 

Fátima Paixão

Licenciada em Física pela Universidade de Coimbra; Mestre em Supervisão, Doutora em Didática e Agregada em Didática e Formação pela Universidade de Aveiro. Professora Coordenadora do Instituto Politécnico de Castelo Branco. Membro do Centro de Investigação Didática e Tecnologia na Formação de Formadores da Universidade de Aveiro. Membro fundador e de órgãos sociais da Sociedade Ibero-americana CTS na Educação em Ciências e da Sociedade Portuguesa de Educação em Ciências. Foi consultora do Ministério da Educação para Programas Nacionais e integrou equipas portuguesas para a EURYDICE. Perita da Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Politécnico (Educação) e da Inspeção-Geral de Educação e Ciência. Integra conselhos assessores de Revistas científicas. Interesses de investigação dirigidos para a Didática, História e Filosofia da Ciências, Perspetiva CTS e Contextos não-formais de educação científica.

 

María Josep Picó

Licenciado em Ciências da Informação pela Universidade CEU Cardenal Herrera e doutorado em Comunicação pela Universidade de Valência. Mestre em Gestão Ambiental e Prêmio Nacional de Jornalismo Ambiental 2005 pelo Ministério do Meio Ambiente. Atualmente, ele combina seu trabalho como jornalista na UCC + i do Serviço de Comunicação e Publicações da Universitat Jaume I com o ensino universitário. Professor adjunto do Departamento de Ciências da Comunicação e coordenador da área de Jornalismo Ambiental do Mestrado em Comunicação Científica, Saúde e Ambiental da Universidade Pompeu Fabra. Especializou-se em meio ambiente na redação do Levante-El Mercantil Valenciano e foi diretora da revista Nat, de popularização da natureza, da editora Sàpiens Publicacions de Barcelona. Ele escreveu vários trabalhos sobre o meio ambiente e seus problemas, além de histórias infantis.

 

Mario Quintanilla Gatica

Licenciadoem Educação em Química e Biologia e Mestre em Educação pela Universidade de Santiago do Chile. Ph. D. Ensino de Ciências pela Universidade Autônoma de Barcelona (Espanha). Professor Associado da Faculdade de Educação da Universidade Católica do Chile. Diretor do Laboratório de Pesquisa em Didática das Ciências GREECE-UC. Fundador e atual presidente da Sociedade Chilena de Didática, História e Filosofia da Ciência. Assessor e consultor internacional para vários projetos em Israel, Espanha, Inglaterra, Holanda e América Latina; Colaborador da UNESCO; e professor visitante de várias universidades. Prêmio de Excelência em Pesquisa (PREI-2015) da Universidade Católica do Chile. Presidente da Rede Latino-Americana de Pesquisadores em Didática das Ciências (REDLAD), que reúne mais de cem pesquisadores de 27 universidades de 7 países (www.laboratoriogrecia.cl)

 

Jordi Solbes

Professor da Universidade de Didática de Ciências Experimentais. Atualmente é diretor do Departamento de Didática das Ciências Experimentais e Sociais da Universidade de Valência e coordenador da especialidade de Física e Química do Mestrado de professores do ensino médio. Ele investiga nas relações CTS, a história da ciência no ensino científico, a didática da física, o pensamento crítico e as questões sócio-científicas, a formação de professores em ciências e neurociências aplicadas ao ensino científico, áreas para as quais ele dirigiu 18 Tese de doutorado e publicou mais de 130 artigos. Ele foi IP de vários projetos de pesquisa.

 

Nidia Torres

Licenciada em Biologia e Química pela Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia (UPTC). Mestre em Ensino de Química pela Universidade Nacional Pedagógica e Doutor em Ciências Experimentais de Ensino Específico pela Universidade de Valência, Espanha. Ele trabalhou como professor de ciências naturais na educação básica. Atualmente, ele trabalha como professor no programa de Bacharel em Ciências Naturais e Educação Ambiental, Mestre em Educação e Doutorado em Educação na Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia. Ele desenvolveu pesquisas em duas linhas básicas: questões sócio-científicas e pensamento crítico.

 

Ángel Vázquez

Doutor em Educação e graduado em Física e em Química. Ele é professor do ensino médio e é professor da universidade (professor de física, pedagogia e formação de professores). Foi diretor do Instituto de Avaliação das Baleares (Espanha) e serviu mais de três décadas atrás como inspetor de educação no Ministério da Educação das Baleares. Ele desenvolve linhas de pesquisa sobre didática (avaliação, motivação e atribuição causal) e ensino de ciências (idéias anteriores, atitudes, ciência-tecnologia-sociedade, alfabetização científica, natureza da ciência e pensamento crítico), dirigindo e participando de mais de duas dúzias de projetos competitivos e publicação de centenas de livros, capítulos, artigos, comunicações e conferências. Acúa como avaliador de projetos educacionais para organizações da União Europeia e artigos para várias revistas e conferências.

 

Rui Marques Vieira

Professor Auxiliar com agregação na Universidade de Aveiro (www.ua.pt), em Portugal, onde tem a leciona diferentes unidades curriculares de cursos de formação de Professores e de Psicólogos de Mestrados e de Doutoramentos na área da Educação / Didática, especialmente das Ciências. Tem participado em vários estudos e projectos de investigação internacionais e nacionais. Autor de várias comunicações, artigos e tem publicado vários livros. Membro do Centro de Investigação Didáctica e Tecnologia na Formação de Formadores [CIDTFF] da Universidade de Aveiro (www.ua.pt/cidtff) onde tem desenvolvido estudos de investigação na área da Formação de Professores; desenvolvimento curricular, com destaque para o Pensamento Crítico; e  Didática das Ciências no Ensino Básico. Tem organizado é membro da comissão científica de vários congressos internacionais e de várias revistas científicas.

 

Amparo Vilches

Doutor em Química, Professor Universitário Departamento de Didática das Ciências Experimentais e Sociais da Universidade de Valência (UV). Diretor do Mestrado (2013-2015) e do Programa de Doutorado em Didática Específica da UV (2013-2015 e 2016-2018). Principal campo de pesquisa voltado para as interações Ciência, Tecnologia, Sociedade e Meio Ambiente (CTSA) e Educação para a Sustentabilidade. Sobre esses temas, apresentou mais de 130 comunicações em congressos, dirigiu 14 teses de doutorado e 30 de terceiro ciclo e tese de mestrado, publicou mais de 90 livros e capítulos de livros e mais de 160 artigos em periódicos de educação e didática of Science [CV: http://www.uv.es/vilches/]

 

Organizers, sponsors, collaborators